Este tópico explica como deve ser feito o controle de cheques recebidos de clientes que, após serem enviados para depósito bancário em contas da Escola, são devolvidos.

A explicação depende de que o cenário abaixo esteja em uso:
  • Existe a custódia "Depositado no Banco", vinculada à conta do Banco.
  • Existe a custódia "Cheques devolvidos", vinculada à conta Tesouraria.
  • Existe a custódia "Cheques resgatados pelo emissor", vinculada à conta Tesouraria.
  • O cheque foi recebido pelo caixa de recebimento e, posteriormente, foi transferido através do controle de Custódias para a custódia relativa ao Banco.
  • O resgate de cheques deve ser feito unicamente em dinheiro, uma vez que é uma operação interna da Tesouraria.


O que deve ser feito:

1 - Quando identificado qual cheque foi devolvido, o operador deve fazer a busca pelo controle de cheques, clicando em Financeiro > Cheques recebidos;


2 - Efetuar a movimentação, clicando em F12-Movimentar e indicando que o cheque foi transferido para a custódia "Cheques devolvidos";



3 - Altere a "data da operação" para indicar a data em que o cheque foi tido como devolvido no banco e clique em F5-Confirmar;


Com isso, o sistema irá registrar que o cheque (folha de cheque) está em posse da custódia "Cheques devolvidos" e fará com que o valor referente ao mesmo seja diminuído da conta corrente do Banco e inserido na conta Tesouraria.



Caso o emissor do cheque procure a Escola para "resgatar" o cheque, os seguintes passos devem ser feitos:


1 - Localizar o cheque através do controle de cheques, clicando em Financeiro > Cheques recebidos;


2 - Efetuar a movimentação, clicando em F12-Movimentar indicando que o cheque foi transferido para a custódia "Cheques devolvidos ao emissor".



O sistema irá registrar que o cheque está na custódia de resgatados, logo significa que foi entregue para o emissor.

Como a custódia "Tesouraria" e a custódia "Cheques resgatados pelo emissor" são vinculadas à mesma conta, Tesouraria, o sistema não irá alterar nenhum saldo.  O que irá acontecer é que a Tesouraria tinha um valor em cheque e continuou tendo o mesmo valor, agora em espécie.